sábado, 13 de agosto de 2011

Embaixador de Angola no Brasil recebe condecorações do governo e do judiciário

“Angola permanece sendo um dos nossos maiores parceiros comerciais na África”, disse o secretário-geral do Ministério das Relações Exteriores do Brasil."



Brasília - O embaixador de Angola no Brasil, Leovigildo da Costa e Silva, foi distinguido, quinta-feira (12), pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) com a Comenda de Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho. Foi a primeira vez que o TST concedeu esta comenda a um estrangeiro.
O diplomata angolano foi também agraciado pelo governo brasileiro com a Grã Cruz da Ordem do Rio Branco, durante almoço de despedida oferecido pelo Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty).
A entrega da Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho, proposta pelo ministro Pedro Paulo Manus, foi feita durante solenidade realizada na sede do TST, em Brasília, com a participação do presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro João Oreste Dalazem, grão-mestre da Ordem.

“Parceria estratégica”

Em julho, o chefe da representação diplomática angolana no Brasil, que cessa agora as suas funções para assumir a embaixada do seu país na Cidade do México , foi igualmente distinguido pelo governo brasileiro, durante evento realizado no Itamaraty, na capital federal, com a Grã Cruz da Ordem do Rio Branco.
Na ocasião, o secretário-geral do Itamaraty, embaixador Ruy Nunes Nogueira, destacou o trabalho desenvolvido pelo diplomata angolano e a elevação das relações bilaterais ao plano de “parceria estratégica”.
As ações de cooperação entre os dois países, em várias áreas, foram enfatizadas pelo secretário-geral do Itamaraty que lembrou, entre outros, os programas para levantamento da plataforma continental de Angola, a revitalização da Zona de Paz e Cooperação do Atlântico Sul e os projetos, em estudo, de ligação por cabo submarino.
“Saudamos o interesse angolano pela adoção do sistema de TV digital ISDB-T (nipo-brasileiro) e pela cooperação tecnológica em geral entre nossos países”, disse o embaixador brasileiro.
Durante a solenidade, o secretário-geral do Itamaraty referiu ainda o crescimento da cooperação técnica entre os dois países, em diversas áreas, desde a capacitação tecnológica às áreas do ensino, da medicina e da cultura, e o reforço das relações comerciais entre Angola e o Brasil.
Apesar dos efeitos da crise econômica internacional, “Angola permanece sendo um dos nossos maiores parceiros comerciais na África”, disse o secretário-geral do Ministério das Relações Exteriores do Brasil, no almoço de despedida oferecido a Leovigildo da Costa e Silva.

Fonte : agenda21

Nenhum comentário: