sexta-feira, 28 de junho de 2013

UMA NOVA MULHER ! UM NOVO OLHAR



Por Mônica Aguiar 

Na era denominada modernidade com vasta tecnologia, onde valores e contra pontos são colocados na mesa, pela sociedade e pelo Estado, ainda deparamos com as mais diversas posições ideológicas de dominação, machistas, homofóbicas e racista que brotam daqueles que contrariam a vontade da maioria.
 Já é hora de mudanças para quem pleiteia durante séculos, oportunidades , exercício e acesso aos direitos que são fundamentais.
Na regra estabelecida, mesmo com todos os avanços e desenvolvimento cientifico, econômico e social produzidos pelas mãos das mulheres, vale ressaltar que continuamos a carregar o fardo da pobreza, das desigualdades raciais e da violência.
Qualquer medida afirmativa, afixada, ou paliativa, agita as estruturas imaginárias que afiançam o espaçoso, rico e grande poderio.
Mas a quem recorrer para que tais mudanças caminhem juntas com o desenvolvimento sócio econômico.
Tratados?
Legislações? 
Pactos?
Qual seria a medida certa para esta receita, onde um grama é maior que três quilos ?
Vale lembrar do crescente crescimento das mulheres na vida política do pais:- em 2008 ( 51,723%) com 67.484.608 votos, em 2010 51.807% com 70.252.943 votos, em 2012 continuam representando a maioria (51,909%), com 72.877.463 de votos.
As mulheres sempre foram pacientes e hoje, acreditam em caminhos novos, enfrentam desafios e já se manifestam com a consciência de ser grande e que contribuem direta ou indiretamente com a construção da sociedade. Muitas fazem da posição que ocupam um projeto de vida,  almejando a manutenção apenas dos resultados positivos, e dos e das que reeditam as páginas da historia, com conceitos e valores que acompanham o desenvolvimento e a cultura social com seus arranjos cotidianos. 
.......Os papéis tradicionais de mulheres e homens estão ainda tão entranhados que
a implementação de leis que desafiam a subordinação “naturalizada” das
mulheres tornou-se um desafio crítico no país.

Nenhum comentário: