segunda-feira, 17 de junho de 2013

Abertas inscrições, até 28/6, para oficina sobre igualdade de gênero e raça no mundo do trabalho

Realizado pela SPM, evento reunirá, em Brasília, empresas e instituições privadas e públicas interessadas em participar da 5ª edição do Pró-Equidade de Gênero e Raça

A Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR) realiza, no próximo dia 28 de junho, a oficina da 5ª edição do Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça.  É direcionada às empresas e instituições privadas e públicas interessadas em participar do programa.  As inscrições podem ser feitas até o dia 26 de junho, por meio do correio eletrônico proequidade@spm.gov.br

Durante o encontro, serão debatidos o tema ‘Mulheres no Trabalho’, com a professora do Núcleo de Estudos de Gênero (Pagu/Unicamp), Ângela Araújo, e o programa Pró-Equidade de Gênero e Raça, com a coordenadora do Trabalho e Autonomia Econômica das Mulheres da SPM, Glaucia Fraccaro. Após, será elaborado o Plano de Ação da 5ª edição do programa.

Igualdade de oportunidades e tratamento – Desde a sua criação em 2006, o Pró-Equidade de Gênero e Raça reúne boas práticas que contribuíram para ambientes de trabalho mais igualitário. Entre as experiências, destacam-se: instalação de salas de aleitamento, ampliação das licenças maternidade e paternidade, adoção de linguagem inclusiva nos crachás e contra-cheques, adaptação de uniformes e equipamentos de proteção individual. Outras medidas também foram classificadas como bem sucedidas: contratos de trabalho da empresa inclusive com terceirizados à equidade de gênero, raça e etnia; inclusão nos editais de concursos públicos dos temas equidade de gênero e diversidade entre os conteúdos programáticos; e concessão aos pais do direito de trabalhar 30 horas semanais em caso de filhas ou filhos com deficiência física ou mental.
 
Certificação e reconhecimento - As instituições, empresas e organizações que aderem ao programa apresentam um plano de ações para a promoção da igualdade. Para receberem o Selo Pró-Equidade de Gênero e Raça, é preciso que coloquem em prática ao menos 70% das ações previstas no plano. O Selo representa o reconhecimento feito pelas organizações no enfrentamento da desigualdade entre homens e mulheres no mundo do trabalho e evidencia publicamente o compromisso com a equidade de gênero e étnicorracial, com a promoção da cidadania e a difusão de práticas exemplares para a efetivação da igualdade.
 
O Pró-Equidade de Gênero e Raça é uma iniciativa do governo federal, por meio da SPM, com o apoio da Secretaria de Políticas Públicas para a Igualdade Racial (Seppir), da ONU Mulheres – Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres e da Organização Internacional do Trabalho (OIT).


Fonte: SPM

Nenhum comentário: