segunda-feira, 3 de junho de 2013

Ciência sem Fronteiras abre vagas para graduação sanduíche em cinco países

O programa Ciência sem Fronteiras (CsF) publicou, na última quinta-feira (23), novas chamadas para graduação sanduíche no Canadá, Alemanha, Estados Unidos, Hungria e Japão. As inscrições vão de 4 de junho a 8 de julho de 2013. Para saber detalhes sobre o cronograma, o candidato deverá observar o texto de cada chamada.
 
Para se inscrever, o candidato deverá possuir nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) igual ou acima de 600 em teste realizado após 2009. Além disso, o candidato também deve cumprir outros pré-requisitos, como ser brasileiro ou naturalizado, estar regularmente matriculado em instituição de ensino superior no Brasil em cursos relacionados às áreas prioritárias do CsF (como Engenharias e demais áreas tecnológicas; Ciências Exatas e da Terra; Biologia, Ciências Biomédicas e da Saúde, entre outras), possuir bom desempenho acadêmico e ter concluído 20% do currículo previsto para o curso de graduação.
 
O CsF é um programa que busca promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade brasileira por meio do intercâmbio e da mobilidade internacional. A iniciativa é fruto de esforço conjunto dos Ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC), por meio de suas respectivas instituições de fomento - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).
 
O projeto prevê a utilização de até 101 mil bolsas em quatro anos para promover intercâmbio, de forma que alunos de graduação e pós-graduação façam estágio no exterior com a finalidade de manter contato com sistemas educacionais competitivos em relação à tecnologia e inovação.
 
Além disso, busca atrair pesquisadores do exterior que queiram se fixar no Brasil ou estabelecer parcerias com os pesquisadores brasileiros nas áreas prioritárias definidas no programa, bem como criar oportunidade para que pesquisadores de empresas recebam treinamento especializado no exterior. Até abril deste ano, foram implementadas 20.115 bolsas.

Fontes : SPM / SECOM 

Foto: Dito assim 
 

Nenhum comentário: