segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Luta pelos direitos humanos das mulheres continua a ser uma meta


Luanda – A presidente da Associação das Mulheres de Carreiras Jurídicas, Solange Machado, disse hoje, em Luanda, que entre os desafios presentes da organização figuram a luta pelos direitos humanos das mulheres enquanto meta a alcançar.
 Solange Machado fez afirmação em entrevista à Angop, no Aeroporto Internacional “4 de Fevereiro” momentos antes da partida a Basília (Brasil), onde uma delegação da organização vai participar da reunião da federação internacional.
 Acrescentou que a defesa dos direitos humanos das mulheres ainda está aquém daquilo que se pretende, uma vez que muitas ainda
desconhecem os seus direitos.
 Daí que a organização que dirige ainda tem um grande trabalhos pela frente, por considerar que a informação, educação e assistência jurídicas às mulheres devem merecer um maior impulso.
 Referiu que esta, enquanto associação especializada, decidiu dar um pouco do saber de cada um dos seus membros àquelas pessoas que não têm possibilidade, tanto no que toca à informação, educação e assistência jurídica.
 Explicou que estão filiadas na mesma a volta de 150 membros que têm repartido o trabalho dentro dos possíveis, porque desenvolvem igualmente outras tarefas.
 Entre as actividades desenvolvidas, Solange Machado apresentou como exemplo o que está a ser desenvolvido na cadeia de Viana, no sentido da assistência jurídica às mulheres que lá estão, porquanto muitas delas não têm advogados e não sabem o que devem fazer.
 Acrescentou ainda que no quadro das suas actividades têm desenvolvido, em parceria ou de modo individual, várias acções neste sentido.
 Com isso, disse que foi criado uma página web onde é  incluída legislação que vai saindo agora, bem como pode-se já e encontrar a Lei Contra a Violência, assim como a Versão Final do Código Penal.
 Com isso, explicou estão a melhorar cada vez mais o processo de interacção com as pessoas interessadas, bem como serve também  para dar a conhecer o país.
 A Associação Angolana de Mulheres de Carreiras Jurídicas foi constituía a 5 de Março de 1995 e logo a seguir desenvolveu todos os esforços para se filiar à federação internacional.

Fonte:ANGOP

Nenhum comentário: