terça-feira, 27 de setembro de 2011

Inicia Congresso Mundial de Água com participação de Angola

   Brasil /Recife – O XIV Congresso Mundial de Água iniciou, domingo a noite, no Porto de Galinhas, arredores do Recife, capital do Estado brasileiro de Pernambuco, sob a temática de fundo “ Olhar para o Futuro”, com Angola representada.
O evento conta 850 participantes, entre cientistas e investigadores, docentes e estudantes universitários, políticos e empresários de 50 países, que ao longo de uma semana vão abordar as novas formas de gestão de recursos hídricos.
Angola está representada pelos directores Nacional de Água e Saneamento, Lucrécio Costa, e José Neto da Silva, da Parceria Angolana para com a Água, ambos do Ministério de Energia e Águas.
O XIV Congresso, segundo a entidade organizadora, a International Water Resources Association (IWRA), tem como meta destacar novos instrumentos de gestão de recursos hídricos, incluindo as mudanças climáticas, o crescimento populacional, a expansão urbana e as mudanças demográficas.
A IWRA também pretende encontrar os instrumentos de gestão do desenvolvimento económico, degradação da qualidade da água e
requisitos do ecossistema água, inclusive para manter a biodiversidade.
Esses instrumentos, dizem os organizadores, serão capazes de alterar o modo como a água vai ser gerida e, ao mesmo tempo, vai
requerer novas prioridades na tecnologia e na infra-estrutura, na gestão e nas políticas, principalmente uma nova abordagem dos
profissionais de recursos hídricos.
A nova concepção de gestão das águas procura uma melhor integração científica entre a engenharia, o social e as perspectivas
institucionais, o que requer um novo entendimento de múltiplos factores que influenciam como a água é usada e gerida e o que deve
ser feito para inovar.
“Ao entrarmos numa era de dramáticas pressões sobre os recursos hídricos, combinada a uma grande exposição a situações extremas como secas e inundações, os administradores e os decisores precisam rever as abordagens convencionais que assumiram tendo em vista a variação da procura de água”, diz a IWRA.
Entretanto, em paralelo ao XIV Congresso Mundial de Água, vai realizar-se o X Simpósio de Hidráulica e Recursos Hídricos dos
Países de Língua Portuguesa (SILUSBA), no mesmo loca (Porto de Galinhas), de 26 a 29 de Setembro.
De acordo com os organizadores, com esta realização paralela, pretende-se que, em conjunto, estes dois eventos juntem centenas de empresários, investigadores e políticos num movimento que reforce a identidade do espaço da lusofonia e potenciar sinergias a nível
global.


Fonte:ANGOP

Nenhum comentário: