terça-feira, 2 de outubro de 2012

UFPA abre inscrição para vestibular voltado a estudantes quilombolas


Duas universidades federais têm cotas para quilombolas.
Inscrições vão de 3 a 26 de outubro no Pará.


Começam nesta quarta-feira (3) as inscrições para estudantes quilombolas que desejam concorrer as cotas criadas este ano na Universidade Federal do Pará (UFPA). O edital com os detalhes da seleção foi divulgado nesta segunda-feira (1º) e oferta 358 vagas em 179 cursos de graduação. Apenas duas universidades federais brasileiras mantêm cotas para quilombolas.
Este ano, o processo seletivo será realizado em duas etapas: A primeira será composta de uma redação e questões de conhecimentos gerais envolvendo as disciplinas Língua Portuguesa/Leitura, Matemática, História, Geografia, Física, Química, Biologia e Literatura. Ela é de caráter eliminatório e classificatório e está marcada para o dia 11 de novembro, das 14h às 18h. A segunda etapa é uma entrevista pessoal com os candidatos feita por uma comissão especial, logo após a divulgação da lista de aprovados na primeira fase pelo Centro de Processos Seletivos da UFPA (Ceps), órgão responsável pelo concurso.
Em cada curso de graduação, a universidade abre a possibilidade de criar até duas vagas específicas aos candidatos quilombolas das mais de 400 comunidades registradas no país, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Caso, não haja inscrições ou candidatos aprovados, elas automaticamente deixam de existir.
Os aprovados precisarão comprovar que pertencem a uma comunidade quilombola apresentando um documento emitido pela associação do quilombo de sua região. Um levantamento feito pelo G1 sobre a presença de cotas nas 51 universidades federais do país, indica que apenas a Universidade Federal de Goiás (UFG) já possuía reserva de vagas para quilombolas, além da recém-criada cota da UFPA.
Números

Atualmente a UFPA mantém seis tipos de cotas: para estudantes da rede pública, para negros ou pardos, para estudantes de baixa renda, para indígenas, para pessoas com deficiência e, agora, para quilombolas. Vestibular anual também está com inscrições aberta até o próximo dia 10 de outubro no site da instituição.

Este ano a UFPA oferece, ao todo, 8.569 vagas. Sendo que 895 se destinam aos quilombolas, indígenas e portadores de deficiência e 126 aos cursos de Etnodesenvolvimento e Educação no Campo, ofertados apenas para cotistas. Das demais 7.548, metade, ou seja, 3.774 são para estudantes da rede pública nas cotas escola, cor e renda. 
Fonte : G1

Nenhum comentário: