sábado, 20 de outubro de 2012

URUGUAI APROVA PROJETO DE LEI QUE RECONHECE DISCRIMINAÇÃO RACIAL


MONTEVIDÉU (ANSA) – A Câmara dos Deputados do Uruguai aprovou por unanimidade o projeto de lei que reconhece a discriminação racial histórica de afrodescendentes no país e reserva, a essa população, cotas em postos de trabalho e bolsas de estudos. 

   
“A aprovação desse projeto é um feito histórico, pois é a primeira vez que destinamos uma ação positiva a essas pessoas”, disse à ANSA o deputado da Frente Ampla e autor do projeto, Felipe Carballo. 
   
O deputado ressaltou que o projeto “reconhece as condições nas quais têm vivido os afrodescendentes no país”, além de destinar 8% das vagas de cargos públicos a pessoas de origem africana e dispor de cotas em bolsas de estudos. 
   
Com a nova medida, as empresas também poderão ser beneficiadas, já que o ela prevê um aumento nos benefícios fiscais àquelas que contratarem afrodescendentes. 
   
Entre 1750 e 1810, foram traficados para o Uruguai cerca de 20 mil negros, que hoje representam 8% da população do país, de acordo com o censo realizado em 2011. 
   
Segundo Carballo, “a futura lei significa um novo passo rumo ao avanço da legislação orientada aos direitos das minorias étnicas, sexuais e religiosas”. (ANSA)


Fonte : Geledés 

Nenhum comentário: