quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Apontados fatores de participação da mulher rural no processo de desenvolvimento


Huambo – O diálogo permanente e a ausência de violência nas famílias foram apontados hoje, quarta-feira, no Huambo, como principais fatores que garantem a participação da mulher rural no processo de desenvolvimento do país, inclusive nas ações de combate à fome e à pobreza.
 
A constatação foi feita pela chefe do departamento de promoção da direcção provincial da família e promoção da mulher, Wilni Ekuikui, quando procedia ao balanço das atividades desenvolvidas durante a jornadas da mulher rural, que decorreram de 2 a 31 deste mês, sob o lema “apoiar a mulher rural para garantir a segurança alimentar e nutricional”.
 
A responsável fez saber ainda que a promoção de pequenas atividades e serviços de geração de renda, assim como o auto emprego no seio das comunidades rurais constam das prioridades da direção da família e promoção da mulher na província.
 
Informou que no âmbito do programa de apoio à mulher rural, a instituição tem capacitado as mulheres sobre atividades geradoras de renda, importância da agricultura familiar, além de conceder micro-créditos, ensinar a ler e a escrever as mulheres das zonas rurais e divulgar a lei contra a violência doméstica.
 
Wilni Ekuikui referiu que durante a jornada da mulher rural a direção da família e promoção da mulher, em parceria com associações femininas, realizou diversas atividades, entre as quais o 6º fórum da mulher rural, visitas de constatação às parteiras tradicionais dos municípios do Huambo e Bailundo, além de ter oferecido imputs agrícolas para a associação de camponeses do município do Ecunha e doarem sangue ao hospital central.

Fonte: ANGOP

Nenhum comentário: