terça-feira, 30 de outubro de 2012

Acidente vascular cerebral é a doença que mais mata no Brasil



Por Mônica Aguiar 
O acidente vascular cerebral (AVC) é uma a doença que mais mata no Brasil. 
Segundo o Ministério da Saúde, o número de mortes pelo AVC chega a quase 100 mil pessoas. Em 2000 foram 84.713 óbitos, passando para 99.726 em 2010.
No dia 29 de outubro,   Dia Mundial do Acidente Vascular Cerebral (AVC) é muito  importante ressaltar os cuidados que devem ser adotados para a prevenção da doença: controle da pressão arterial, da taxa de glicose no sangue e do colesterol. 
Para além da orientação  é necessário conscientizar da importância de mudanças de hábitos :-  uma dieta balanceada, fazendo exercícios físicos, não fumar e evitar ingerir  bebidas alcoólicas. 
A neurologista da Academia Brasileira de Neurologia, Gisele Sampaio, disse a que se medidas saudáveis forem adotadas as chances de se ter um AVC ou qualquer outra doença relacionada aos fatores de risco como hipertensão, diabetes, colesterol alto e tabagismo são mínimas. 
Para diminuir a mortalidade e ampliar a assistência das vítimas do AVC, o Ministério da Saúde investirá até 2014 R$ 437 milhões no Sistema Único de Saúde (SUS). Desse total, R$ 370 milhões vão financiar leitos hospitalares. Também serão investidos recursos na incorporação e oferta do medicamento usados no tratamento. No Brasil, mais de 200 hospitais estão preparados para atender pacientes com AVC.

Definição  
O Acidente Vascular Cerebral - AVC é a perda súbita das funções cerebrais resultante de uma interrupção do suprimento sanguíneo para uma determinada parte do encefálo, que pode causar uma disfunção neurológica. A diminuição do fluxo sanguíneo para o cérebro, pode ter duas causas: a obstrução de uma artéria cerebral ou a insuficiência da circulação no cérebro, que é chamada de insuficiência vascular cerebral. O AVC hemorrágico é considerado mais grave que o AVC isquêmico, que é o mais comum.  Atualmente, o termo AVC, está sendo substituido por AVE (Acidente Vascular Encefálico).

O AVC é a quinta causa mais frequente de morte nos países em desenvolvimento, sendo superado apenas pelos acidentes, doenças coronarianas, câncer e doenças infectoparasitárias. Não é tão letal, quanto a doença coronariana, mas o AVC é seguramente, a mais devastadora das complicações da aterosclerose, pois pode tirar de sua vítima, a possibilidade de independência e de comunicação. Ao menor sinal de derrame, deve-se procurar imediatamente assistência médica. Quanto mais demora o atendimento, maior será a lesão, suas complicações e seqüelas.
Sinonímia
A doença também é conhecida pelos seguintes nomes:
  • Apoplexia cerebral.
  • Derrame (nome popular).
  • AVE - Acidente Vascular Encefálico.
  • Doença cerebrovascular.
Incidência
  • No Brasil, é a principal causa de morte entre as doenças cardiovasculares.
  • O AVC ocupa o 2º lugar em mortes no mundo.
  • Cerca de 20 milhões de pessoas, anualmente são atingidas pelo AVC, em todo o mundo.
  • O AVC,  é responsável por 10% dos óbitos em todo mundo, segundo dados publicados pela OMS.
  • No Brasil, mais de 250.000 pessoas sofrem pelo menos um derrame, dessas mais de 80.000 morrem. De cada dez sobreviventes, quatro carregarão para o resto da vida as seqüelas deixadas pelo derrame:  paralisia de  braços e pernas, perda da fala e da visão e até mudanças radicais da personalidade.
  • De cada cinco pessoas que sofreram um AVC, uma  sofrerá no período de 5 anos um novo AVC, com consequências mais  graves. 
  • Cerca de 80% dos pacientes que apresentam o AVC, sofrem a forma isquêmica.
  • O AVCH, tem uma ocorrência maior em pacientes jovens.
  • O AVC tem uma incidência maior com o avançar da idade.
  • O AVC é duas vezes maior na raça negra, dado este que se relaciona bem com o predomínio de hipertensão arterial em indivíduos da raça negra.
  • Os AVCs são a maior causa de deficiência motora adquirida em adultos.
  • O aumento do AVC em países desenvolvidos, tem como resultado o aumento da expectativa de vida do paciente isto é, quanto mais a população envelhece, mais predisposição ela tem para as doenças e distúrbios associados com o envelhecimento.

Fonte : EBC 


Nenhum comentário: