segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Conselho Nacional de Saúde apóia ações contra estereótipos em propagandas

Conselho Nacional de Saúde apóia ações contra estereótipos em propagandasApós debate sobre estereótipos e sexismo na mídia e seus impactos na saúde das mulheres, CNS apóia ação da Secretaria de Políticas para as Mulheres contra a propaganda “Hope ensina”
O Conselho Nacional de Saúde (CNS), em sua reunião mensal de outubro, aprovou uma moção em apoio ao posicionamento da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM/PR) e das organizações e movimentos de mulheres. A moção fala da defesa dos direitos das mulheres brasileiras e se posiciona contrariamente ao recurso a estereótipos em propagandas.
Segundo o documento, o tema também diz respeito à saúde da população. A representação das mulheres em campanhas publicitárias é fonte de discussões duradouras e persistentes e está relacionada com a mercantilização de corpos, a reiteração de estereótipos e a invisibilidade seletiva da diversidade e pluralidade entre mulheres. A estereotiopagem resulta na coisificação da mulher na publicidade, além de reafirmar preconceitos e desigualdades de gênero e raça, que são associados ao risco de violências, sofrimento físico e mental, identificados na Convenção de Belém do Pará, da qual o Brasil é signatário, com impactos negativos à saúde, além de constituir uma afronta à democracia.

Nenhum comentário: