domingo, 15 de julho de 2012

VI Congresso Brasileiro de Pesquisadores (as) Negros (as)

Em Florianópolis, de 16 a 20 de julho


 Os Desafios da Luta Antirracista no Século XXI. O evento é realizado a cada dois anos pela Associação Brasileira de Pesquisadores Negros e Negras. Dentre os mais de 100 grupos de pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), que atuam no campo da Saúde Coletiva, hoje, somente seis desenvolvem estudos sobre Saúde da População Negra. 


Também em Santa Catariana ( Florianópolis) 


Acontece em Florianópolis (SC), hoje ( 15)  e 16 de julho, o I Simpósio Nacional de Saúde da População Negra. O objetivo é criar parcerias com os Núcleos de Estudos Afro-brasileiros, promover e aprofundar prioridades e resultados de pesquisas no campo da saúde desta população e fomentar a implementação da Política Nacional de Saúde da População Negra (PNSIPN). 

O evento reunirá equipes da Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa (SGEP) do Ministério da Saúde, por meio do Departamento de Apoio à Gestão Participativa (Dagep); representantes do Ministério da Educação, dos Núcleos de Estudos Afro-Brasileiros (Neabs), representantes do Comitê Técnico de Saúde da População Negra (CTSPN), dos movimentos sociais, dos quilombolas e da Comissão Intersetorial de Saúde da População Negra do Conselho Nacional de Saúde (CISPN/CNS). 

Como parte da dinâmica do Sistema Único de Saúde, a PNSIPN prevê o desenvolvimento de ações e estratégias de identificação, abordagem, combate e prevenção do racismo institucional, seja no ambiente de trabalho, nos processos de formação e mesmo na educação permanente de profissionais. A esta ação soma-se a necessidade de investir na difusão do conhecimento sobre a temática. 


Ações Uma das metas do Ministério da Saúde até 2014 é implantar, em todos os estados, o teste do pezinho para a identificação precoce da Anemia Falciforme, que atinge principalmente a população negra. Anualmente, três mil crianças nascem com doença falciforme no Brasil. Por ano, cerca de 2,5 milhões de recém-nascidos têm acesso ao exame pelo SUS - há 16,2 mil postos de coleta para teste do pezinho e 33 serviços de referência. 

Em 2011, na ocasião do Dia Nacional de Mobilização Pró-Saúde da População Negra, comemorado em 27 de setembro, o ministro Alexandre Padilha e a ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), Luiza Bairros assinaram um acordo que assegura a adesão do Ministério da Saúde à campanha Igualdade Racial é Pra Valer. A assinatura do acordo também visa a impulsionar ações no SUS para o enfrentamento do racismo. O termo foi assinado durante reunião da Comissão Intergestores Tripartite (CIT), instância de gestão do SUS que reúne representantes das esferas de governo federal, estadual e municipal.

Nenhum comentário: