quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Paim comemora sanção da lei de cotas


O senador Paulo Paim (PT-RS) comemorou a sanção, nesta quarta-feira (29), da lei que institui o sistema de cotas para seleção de alunos das universidades federais. Paim disse que o dia histórico é também simbólico: há nove anos falecia sua mãe que, como ele, sempre lutou na defesa dos menos favorecidos. O parlamentar lembrou que, há mais de 20 anos, apresentou no Congresso Nacional o primeiro projeto que visava instituir uma política de cotas.

Paim explicou que, de acordo com a lei, 50% das vagas das universidades públicas federais e institutos técnicos federais serão reservadas para estudantes que tenham cursado todo o ensino médio em escolas da rede pública. As vagas, acrescentou, serão distribuídas proporcionalmente a alunos negros, pardos, brancos ou indígenas, tendo como base a proporção de cada etnia na população de cada estado, a partir dos dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

- É uma forma de reparar a exclusão histórica de gerações que durante séculos foram marginalizadas – afirmou o senador, lembrando que a política de cotas já foi adotada em países como Estados Unidos, Canadá, Índia, África do Sul e Venezuela, entre outros.

Agência Senado

Nenhum comentário: