segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Audiência pública vai debater políticas de incentivo à cultura e às artes negras


Autoridades, artistas e sociedade civil organizada participam do evento na Câmara dos Deputados, amanhã (21), às 14h, no plenário 10 – Anexo II da Casa de Leis
Audiência pública vai debater políticas de incentivo à cultura e às artes negras
Foto: André Pinnola
A implementação de política de patrocínio, por meio de editais e linhas de financiamento, para incentivo à cultura e às artes negras estará em pauta, amanhã (21), na Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados de Brasília. O encontro foi proposto pela deputada Fátima Bezerra (PT-RN) e os deputados Luiz Alberto (PT-BA), Jean Wyllys (PSOL/RJ), Edson Santos (PT-RJ), Waldenor Pereira (PT-BA), Paulo Rubem Santiago (PDT-PE) e Chico Alencar (PSOL/RJ). 

A medida visa apoiar a formação e consolidação de instituições culturais, companhias e grupos artísticos. A idéia é apoiar por meio de editais e financiamento, à cultura negra em suas variadas linguagens: teatro, música, dança, cinema, fotografia, artes visuais, plásticas e literatura.

Para participar do debate foram convidadas as ministras Luiza Bairros, da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) e Anna de Holanda, do Ministério da Cultura, além da secretária de Comunicação Social da Presidência da República, Helena Chagas, e os presidentes da Petrobrás, dos Correios, Eletrobrás, Caixa Econômica Federal (CEF), Banco do Brasil (BB) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). 

Também estarão presentes, representando a sociedade civil, Hilton Cobra, diretor da Companhia dos Comuns e coordenador do Fórum Nacional de Performance Negra, o cineasta Joelzito Araújo,  e a Makota do Terreiro Tanuri Junçara, Valdina Pinto.

“Acredito que essa audiência será um divisor de águas para os artistas negros”, disse o artista Hilton Cobra. Cobrinha, como é conhecido, está convocando todo o movimento negro e artístico a participar da audiência amanhã. “É uma oportunidade única para debater o financiamento de cultura negra com ministras e os presidentes das grandes estatais”, destaca o artista.

Nenhum comentário: