terça-feira, 15 de novembro de 2011

Estilista Ronaldo Fraga mostra cultura e arte da população ribeirinha do Velho Chico em exposição no Rio de Janeiro

por Paulo Virgilio
Repórter da Agência Brasil


Rio de Janeiro – Uma exposição com imagens, vídeos e exemplares da moda traz ao público do Rio uma viagem pela riqueza da arte e da cultura da população ribeirinha do Rio São Francisco, o Velho Chico. O condutor dessa viagem é o estilista mineiro Ronaldo Fraga, que, em 2008, percorreu o São Francisco a bordo do histórico Benjamim Guimarães, o último barco a vapor em atividade no mundo.
Em diversas viagens pelo rio, Fraga reuniu informações, imagens e lendas dos caixeiros viajantes e moradores da região, que foram a base do projeto da exposição Rio São Francisco, um Rio Brasileiro.
Antes de ser transportada para a mostra, que já passou por Belo Horizonte, em 2010, e por São Paulo, em abril deste ano, a magia do Velho Chico inspirou uma das coleções do estilista, apresentada em 2008 na São Paulo Fashion Week. Para Ronaldo Fraga, as águas do São Francisco rendem mais que uma coleção
de moda e uma exposição. “Por onde passei, ouvi que quando se bebe da água do rio, ele entra em você e não sai mais. É exatamente o que eu sinto, que o São Francisco não sai mais de mim”, diz o estilista.
A mostra é dividida em dez ambientes, com arte contemporânea, vídeo, instalações interativas e moda. Os vários ambientes vão da foz à nascente, passando pela religiosidade, o cotidiano, as lendas, os contos do rio e as cidades submersas. Entre os destaques, está um documentário em vídeo gravado e dirigido pelo ator Wagner Moura, criado na cidade ribeirinha de Rodelas, uma das que foram inundadas para a construção de uma hidrelétrica.
Com entrada gratuita, a exposição fica em cartaz até 10 de fevereiro de 2012 e pode ser visitada de segunda a sábado, das 9h às 18h, no Palácio Gustavo Capanema, centro do Rio.

Nenhum comentário: