terça-feira, 15 de novembro de 2011

Encerram festividades da independência de Angola em Nova Iorque



Nova Iorque - O Consulado de Angola em Nova Iorque encerrou hoje, terça-feira, as suas festividades dos 36 anos de independência com a realização de uma conferência/palestra subordinado ao tema "Clima de Investimento em Angola", proferida pela directora da Agência Nacional para o Investimento Privado (ANIP), Maria Luísa Abrantes.
 A directora da ANIP destacou os principais factores porque se deve investir em Angola, referindo que, em primeiro lugar, Angola tem acesso a 12 dos lençóis aquáticos africanos, em segundo, tem riqueza na fauna e na flora, em terceiro, no seu solo tem diversidade de minérios e em quarto tem uma das economias que mais cresce no mundo.
 Acrescentou que Angola tem três milhões de hectares de terra arável e pasto e ainda uma estabilidade politica e económica desde 2002.
 Por sua vez, o cônsul de Angola em Nova Iorque, Adão Pinto, ao intervir no acto, disse que "todos sabem da conjuntura internacional actual em que o país tem dado passos significativos".
 Trata-se de uma conjuntura marcada pela globalização e, nos últimos anos, por uma crise económica e financeira que os especialistas classificam como sendo a pior desde a crise de 1929, salientou.
 Segundo disse, "esta difícil conjuntura requer, por conseguinte, um espírito de inovação, porquanto a história ensina-nos que os períodos de renovação e progressos significativos foram estimulados pelas maiores experiências inovadoras e uma evolução das capacidades tecnológicas, associadas a um crescimento da actividade económica".
 Ainda na sua intervenção, o cônsul de Angola em Nova Iorque acrescentou que "é crucial olhar para as necessidades de Angola sem perder de vista uma ordem mundial em mutação constante e rápida".
 No plano político e económico, adiantou, uma das nossas preocupações tem sido a de garantir que os recursos de Angola, isto é, financeiros, humanos e institucionais e outros, sejam capazes de fazer face aos desafios que colocam um desenvolvimento socioeconómico duradouro em prol das populações angolanas.
 Disse que na procura de soluções para esta equação, o investimento privado constitui uma força catalizadora capaz de contribuir para a resposta do Governo angolano aos desafios referenciados".
 A conferência/palestra, que teve lugar no Sport Club Portugues em New Jersey, contou também com os préstimos do perito do Banco de Poupança e Crédito (BPC), António Santana, que falou sobre as politicas bancárias da sua instituição.
 "Angola está localizada na costa do Sudoeste Africa e é banhada pelo Oceano Atlântico. Neste âmbito, reúne todas as condições para os investimentos estrangeiros, uma vez, que se apresenta como um mercado de futuro ao ser estável e rentável", disse o perito em politicas bancárias e financeiras do BPC.
 A Banca Comercial, a Banca a Retalho e a Banca de Investimento deverão ser factores de prestação de serviços que estimulem o investimento estrangeiro no país, sublinhou.
 O evento contou com a presença de elementos da comunidade angolana e portuguesa, senadores, membros do corpo diplomático, do Consulado de Angola em Nova Iorque e de empresários.


Fonte : ANGOP
Foto : Mae e filha Angolanas

Um comentário:

Jama Libya disse...

1°A GLOBO ditadura Vandalista da comunicação, leviana ardilosa e racista inimiga do povo brasileiro. No Brasil os judeus monopolizam a TV discriminam e humilham as mulheres negras?A MeGaLOBO RACISMO? A violência do preconceito racial no Brasil personagem(Uma negra boçal degradada pedinte com imagem horrenda destorcida é a Adelaide http://globotv.zorra-total/v/adelaide-e-briti-pedem-dinheiro-no-metro/, do Programa Zorra Total, TV Globo do ator Rodrigo Sant’Anna? Ele para a Globo e aos judeus é engraçado, mas é desgraça para nós negros afros indígenas descendentes, se nossas crianças não tivessem sendo chamadas de Adelaidinha ou filha, neta e sobrinha da ADELAIDE no pior dos sentidos, é BULLIYING infeliz e cruel criado nos laboratórios racistas do PROJAC (abrev. de Projeto Jacarepaguá da Central Globo de Produção) da Rede Globo é dominado por judeus diretores,produtores e apresentadores ( OBS. alem destes judeus e judias citados existem centenas de outros e mais de 200 atores, atrizes, comediantes, artistas e apresentadores judeus e judias e milhares de empregados e colaboradores da " Rede Globo Judaica Midiática Brasileira" )como Arnaldo Jabor,Carlos Sanderberg,Luciano Huck, Jairo Bouer,Luis Erlanger,Marcos Losekann,Marcius Melhem e Leandro Hassum,Vladimir Brichta,Tiago Leifert, Pedro Bial,William Waack,William Bonner & Fatima Bernardes,Ernesto Paglial & Sandra Annenberg,Mônica Waldvogel,Renata Malkes,Sandra Passarinho,Amora Mautner, Lillian W. Fibe,Esther Jablonski,Glenda Kozlowski,Gilberto Braga,Wolf Maya,Mário Cohen,Ricardo Waddington,Max Gerinder ,Maurício Kubrusly,Mauro Molchansky,Maurício Sirotsky ,Marcelo Rosenbaum,Michel Bercovitch,Fábio Steinberg,Carlos de Lannoy,Roberto Kovalick,Guilherme Weber,Caio Blinder,Daniel Filho,Gilberto Braga,Walcyr Carrasco,Carlos H. Schroder e o poderoso Ali Kamel diretor chefe responsável e autor do livro Best seller o manual segregador (A Bíblia do racismo,que irônico tem por titulo NÃO SOMOS RACISTA baseado e num monte de inverdades e teses racistas contra os negros afrodescendentes brasileiros) E por Maurício Sherman Nisenbaum (que Grande Otelo, Jamelão e Luis Carlos da Vila chamavam o de racista porque este e o Judeu sionista racista Adolfo Block dono Manchete discriminavam os negros)responsável dirige o humorístico Zorra Total Foi dono da criação de programas e dos programas infantis apresentados por Xuxa(Luciano Szafir)e Angélica(Luciano Hulk) ambas tendo seus filhos com judeus,apresentadoras descobertas e lançadas por ele no seu pré-conceitos de padrão de beleza e qualidade da Manchete TV dominada por judeus sionistas,este BULLIYING NEGLIGENTE PERVERSO da Globo,