segunda-feira, 7 de maio de 2012

CPMI da Violência contra a Mulher se reúne, nesta 2ª feira, em Porto Alegre


Comissão pretende visitar os dez estados com maiores índices de violência contra a mulher e os quatro mais populosos do País

Da Agência Câmara

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investiga a violência contra a mulher se reúne em Porto Alegre nesta segunda-feira (7/5), às 14h, na Assembleia Legislativa. A atividade será aberta à comunidade e tem como objetivo debater situações de violência contra a mulher e a aplicação da Lei Maria da Penha no Rio Grande do Sul.
Os trabalhos serão coordenados pela relatora da comissão, a senadora Ana Rita (PT-ES). Foram convidados, além dos deputados estaduais, o presidente do Tribunal de Justiça, Marcelo Bandeira Pereira; o procurador-geral de Justiça, Eduardo Lima Veiga; o defensor público geral do estado, Nilton Arnecke; o secretário de Segurança Pública, Aírton Michels; a secretária de Políticas para Mulheres, Márcia Santana; e o secretário de Saúde, Ciro Simoni.
Segundo a senadora Ana Rita, a comissão pretende visitar os dez estados com maiores índices de violência contra a mulher e os quatro mais populosos do País (critério no qual se inclui o Rio Grande do Sul). Desde que foi instalada, em 8 de fevereiro, a CPMI esteve em Pernambuco, Minas Gerais e Santa Catarina, além de ter feito dez audiências públicas no Senado.
"A sociedade deve encorajar as mulheres a romper o silêncio e o ciclo de violência em que vivem e fortalecer sua autoestima, esclarecer e orientar para que exijam os seus direitos", diz a senadora.

ENTREVISTA - Antes da audiência pública, os integrantes da CPMI terão outras atividades no Estado, como visitas ao presidente do Tribunal de Justiça e ao governador em exercício Beto Grill. Às 13
horas, eles concederão entrevista coletiva na sala Sarmento Leite, no 3º andar da Assembleia Legislativa.

Nenhum comentário: