segunda-feira, 14 de maio de 2012

Cerimónia oficial do início do repatriamento começa hoje - segunda-feira



Windhoeck - Uma cerimonia para dar início ao processo de repatriamento voluntário dos refugiados angolanos tem lugar, segunda-feira, 14 de Maio, no Campo do Ocire, na Namíbia.
 No dia 15, terça-feira, o primeiro grupo de 100 refugiados angolanos segue para o centro de recepção de Namacunde (Cunene), a 15 quilómetros da fronteira de Santa Clara, Namíbia.  
Um outro centro de recepção dos refugiados está localizado em Caila, na província angolana de Kuando Kubango.
Os procedimentos migratórios e alfandegários não serão feitos normalmente em Santa Clara, mas nos postos de recepção de Namacunde e Caila.  
 Todos os refugiados receberão do ACNUR uma ração para três meses e 200 dólares para os adultos, enquanto as crianças receberão 100 dólares. Os refugiados levam todos os seus bens sem restrição de volume ou de peso. Já em território angolano e no centro de recepção receberão uma alimentação para três meses.  
 De acordo com o calendário da Agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), o segundo grupo, composto por 300 refugiados, deixa a Namíbia a 22 de Maio ao passo que o último grupo, integrado por 150 elementos, parte a 29 de Maio. 
O ACNUR criou quatro comités para acompanhar todo o processo de repatriamento voluntário: Comité de Defesa e Segurança, Comité de Logística, Comité da Educação e Comité de Saúde e necessidades especiais.  
 O trabalho de registo oficial dos refugiados, iniciado a 26 de Março no Campo do Ocire e terminado oficialmente a 30 de Abril, registou 2.903 pessoas. Desse número, 229 indivíduos assinaram até três de Maio, o formulário de repatriamento voluntário e 91 refugiados escolheram como local de permanência, a província do Cunene.   Apesar do encerramento oficial do registo, a 30 de Abril, a sub-comissão tripartida composta pelo ACNUR, Embaixada de Angola e Governo Namibiano decidiu, na sua reunião de três de Maio, prosseguir com o registo de repatriamento voluntário até ao dia 15 de Maio.   O ACNUR e Governo Namibiano promoveram em todo o mês de Abril encontros de sensibilização aos refugiados e responsáveis comunitários por forma a se cumprir com a determinação das Nações Unidas da sessão, até ao dia 30 de Junho, do estatuto dos refugiados.   

Fonte e texto : ANGOP

Nenhum comentário: