segunda-feira, 26 de novembro de 2012

VIII Festival Brasília de Cultura Popular e o II Festival Brasileiro de Teatro de Terreiro


Com temas ligados ao meio ambiente, educação e cultura brasileira, o VIII Festival Brasília de Cultura Popular e o II Festival Brasileiro de Teatro de Terreiro trazem uma reflexão sobre a nossa identidade cultural, a cultura tradicional e a natureza, em uma série de palestras com intervenções visuais e musicais. O Espaço acontece no Teatro Plínio Marcos e será transmitido ao vivo pelo site

 


Dia 27 de novembro às 19h30 – A Água, a Mata e a Tradição: uma discussão científica, musical e poética sobre a importância da preservação do meio ambiente, a importância de uma retomada de consciência sobre nossas ações em relação à Natureza por meio dos olhos da ciência e da cultura popular.
Rodrigo Rollemberg – O Cerrado Sempre Vivo
Vera Catalão – As Águas do Cerrado
           Franklin de Paula –Territorialidades hídricas e imaginário social nas políticas públicas de águas
Yalorixá Mãe Railda – A natureza e os Orixás
 
Dia 28 de novembro às 19h30 – O Ser Cerrado: uma reflexão sobre quem somos vivendo no centro do Brasil, guiado por meio de uma viagem de informações, projeções sobre quem aqui habitava e a trasnformação que aconteceu com a chegada da cidade sonhada: Brasília e suas modernações.
 
           Rômulo Andrade – Primeiros amantes do Cerrado
Chico Simões – A Permacultura da cultura popular
Claúdio Villar de Queiroz - Mestre Danadinho – Brasília e Arquitetura
 
Dia 29 de novembro às 19h30 – A Natureza da Cultura: Um pensamento sobre a natureza e sua influência sobre a nossa criação artística, a invenção, o poder de renovação, a mestiçagem e a fúria inventiva existente na tradicional e moderna cultura popular brasileira
 
Bené Fontelles – Nem é erudito nem é popular
TT Catalão – RupturaCONtradição  
Tico Magalhães – A Invenção Popular e o Moderno Mito do Cerrado

Nenhum comentário: