quarta-feira, 3 de abril de 2013

Segue aberto, até 9/4, processo seletivo para avaliar inclusão de gênero nas políticas públicas do Mercosul


Profissional terá de avaliar sustentabilidade de projeto do Mercosul, que visa incorporação da eliminação da discriminação entre mulheres e homens em todas as suas ações
 Estão abertas até 9 de abril as inscrições para seleção de profissional ou equipe que avaliará o projeto de fortalecimento institucional e da perspectiva de gênero no Mercosul. O objetivo é contribuir para que o bloco econômico incorpore em todas as suas ações os aspectos relacionados à eliminação de discriminação entre mulheres e homens.
A oportunidade de trabalho se destina a profissional ou equipe com experiência na avaliação de programas ou projetos sociais em geral e de gênero em particular; experiência de trabalho na gestão ou assessoria para a implementação de políticas de gênero, tanto a partir da a sociedade civil ou o governo; além de conhecimento fluente de português e espanhol.
Será levado em conta se, no currículo enviado, consta formação em nível de pós-graduação em avaliação de projetos; formação em gênero; conhecimento institucional do Mercosul e da Reunião de Ministras e Altas Autoridades da Mulher do Mercosul (RMAAM). Caso seja uma empresa de consultoria ou organismo coletivo, será valorizada a experiência institucional dando relevância à coordenação da equipe que execute a atividade.
Os resultados obtidos deverão ser conhecidos em um prazo máximo de dois meses, que não poderão superar o dia 25 de junho de 2013.
Avaliação – A pessoa ou equipe escolhida deverá analisar a abrangência, sustentabilidade, apropriação, pertinência, relevância, eficácia e eficiência do projeto, que integra o Programa de Cooperação Mercosul-Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (Aecid).
O projeto envolve o fortalecimento da Reunião de Ministras e Altas Autoridades do Mercosul (RMAAM); a produção de uma proposta de protocolo regional de detecção, intervenção, resgate e reinserção para mulheres vítimas de tráfico com fins de exploração sexual comercial no Mercosul; a construção do Sistema de Informação em Violência Doméstica baseado em gênero; e a regulamentação do protocolo do Parlamento Mercosul.
Para se candidatar, é necessário enviar uma mensagem para o e-mailllamadosrem@gmail.com, até 9 de abril de 2013, contendo, entre outras informações: proposta de trabalho sintética; curriculum vitae de cada pessoa da equipe; carta indicando funções que cumprirão todos os integrantes.
As consultas poderão ser realizadas até 5  de abril de 2013 pelo mesmo e-mail. Serão publicadas no site http://www.mercosurmujeres.or/es/convocatorias-con1 as consideradas de interesse geral.
Confira o edital aqui.
 

Nenhum comentário: