sábado, 6 de abril de 2013

7º Edição Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social contempla Comunidades Tradicionais

Sétima edição do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social traz duas novas categorias. Outra novidade é a premiação, em dinheiro, para os segundos e terceiros lugares em cada categoria


Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social contempla Comunidades TradicionaisAlém das categorias “Juventude”, “Mulheres” e “Gestores Públicos” a edição 2013 do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social traz duas novas categorias: “Comunidades Tradicionais, Agricultores Familiares e Assentados da Reforma Agrária” e “Instituições de ensino, Pesquisa e Universidades”. Na primeira, concorrem tecnologias sociais que tenham proporcionado a inclusão socioprodutiva de povos tradicionais, agricultores familiares e assentados da reforma agrária. Na segunda, deverão ser identificadas tecnologias sociais desenvolvidas por instituições de ensino, pesquisa e universidades que tenham propiciado a inclusão socioprodutiva dos participantes.
Outra novidade desta sétima edição é a premiação dos segundo e terceiro lugar em cada categoria. Enquanto o primeiro lugar vai levar R$ 80 mil para utilização no projeto vencedor, a segunda e a terceira tecnologia social vencedora ganha R$ 50 mil e R$ 30 mil, respectivamente, cada uma.
No âmbito do Prêmio, a inclusão socioprodutiva tem como foco propiciar o acesso a oportunidades de trabalho e renda e contribuir para uma educação integrada e participativa; e tem, como perspectiva, a conquista de autonomia para uma vida digna sustentada e a emancipação social, política e produtiva dos indivíduos, potencializando os valores das comunidades e o saber-fazer local.
Também no que diz respeito ao concurso são considerados comunidades e povos tradicionais os grupos culturalmente diferenciados e que se reconhecem como tais. Possuem formas próprias de organização social, ocupam e usam territórios tradicionais, além de recursos naturais, como condição para sua reprodução cultural, social, religiosa, ancestral e econômica. Dentre outras, são comunidades tradicionais povos indígenas, quilombolas ou ribeirinhos, por exemplo.

O manual de inscrição e o regulamento com mais informações sobre o Prêmio estão disponíveis no www.fbb.org.br_tecnologiasocial

Prêmio 2013 – Realizado a cada dois anos pela Fundação Banco do Brasil, o Prêmio certifica como “Tecnologia Social” metodologias bem sucedidas, desenvolvidas na interação com a comunidade, que resultam em transformações efetivas na vida das pessoas. O Prêmio é realizado em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES, a Petróleo Brasileiro S.A. - Petrobrás, a KPMG Auditores Independentes, além da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). As Tecnologias Sociais certificadas pela Fundação Banco do Brasil passam a integrar o Banco de Tecnologias Sociais (BTS), uma base de dados on-line disponível no site:www.fbb.org.br_tecnologiasocial_  e que contém informações sobre as tecnologias e instituições que as desenvolveram.
 

Nenhum comentário: