terça-feira, 4 de setembro de 2012

Conselho Consultivo da Arábia Saudita pode ter pela primeira vez mulheres nomeadas


O rei da Arábia Saudita, Abdullah bin Abdul Aziz Al-Saud, planeja designar em breve 30 mulheres como membros do Conselho Consultivo - a 'Shura' - pela primeira vez desde que este órgão foi criado, em 1992, informou neste domingo o jornal 'Al Sharq'.
Fontes próximas a esse Conselho, citadas pela publicação, lembraram que o rei emitiu uma decisão em setembro do ano passado para nomear mulheres a esse órgão.
Elas também explicaram que o comitê encarregado de cumprir a ordem do monarca solicitou a alguns ministérios que apresentem mulheres candidatas para incluir seus nomes na lista que será entregue ao rei.
As fontes destacaram que a escolha dos membros do Conselho Consultivo está submetida a um mecanismo especial, com uma comissão suprema presidida pelo rei que elegerá aquelas que cumprirem os requisitos estipulados na norma desse órgão. Entre as condições estão as de que o candidato tenha nacionalidade saudita, se destaque por sua competência e não tenha menos de 30 anos.
Esse órgão, integrado por 150 homens, em sua maioria tecnocratas, cumpre um papel de assessor do Conselho de Ministros.
Dentro de uma série de tímidas reformas de abertura promovidas pelo ultraconservador reino wahhabista, o monarca ordenou no final de setembro do ano passado que as mulheres possam participar como candidatas e eleitoras das eleições municipais que são realizadas a cada quatro anos. EFE

Portal G1

Nenhum comentário: