quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Cinco municípios de Mato Grosso do Sul criaram Coordenadoria da Igualdade Racial


Raimunda diz que a meta é transformar coodenadorias em secretarias de Igualdade Racial. 

Campo Grande (MS) - Dos 78 municípios de Mato Grosso do Sul, 17 assinaram o documento de adesão ao Fórum Intergovernamental de Promoção da Igualdade Racial de Mato Grosso do Sul (Fipir/MS), neste ano. Desses 17 municípios, cinco criaram Coordenadoria de Promoção da Igualdade Racial, são eles: Bataguassu, Corumbá, Costa Rica, Caracol e São Gabriel do Oeste (os dois últimos criaram coordenadoria neste ano). 

Gestores de três municípios (Corumbá, Costa Rica e São Gabriel) participaram do Encontro Regional do Centro Oeste do Fipir em Cuiabá (MT). O evento ocorreu nos dias 20 e 21 deste mês. Teve como objetivo integrar gestores, socializar experiências, analisar a execução e resultados das Políticas de Ação Afirmativa nas várias esferas do governo e promover articulação com os movimentos Negro e Indigenista, além de propor ações que subsidiem a formulação do Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial (Sinapir) para implementação de iniciativas que promovam a igualdade racial e enfrentamento do racismo. 

Também participaram do evento representantes da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da (Seppir/PR), dos governos dos Estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e do Distrito Federal. 

Fipir 

O Fórum Intergovernamental de Promoção da Igualdade Racial é um organismo vinculado ao governo federal, por meio da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, que visa à implementação de estratégias para a incorporação da Política Nacional de Promoção da Igualdade Racial (PNPIR) nas ações governamentais de Estados e municípios. Assim, o Fipir atua na articulação, capacitação, planejamento, execução e monitoramento das ações de implementação da Política de Igualdade Racial (PIR) no País. A adesão de Estados e municípios ao Fipir o coloca como principal instrumento de implementação das políticas de PIR no conjunto da Federação. 

O Encontro do Fipir em Cuiabá foi muito importante para trocas de experiências e socializar a vivência de cada um de nós. Os gestores de Mato Grosso do Sul tiveram boa participação e apresentaram seus trabalhos que estão sendo realizados nos municípios, disse a coordenadora especial de Políticas para a Promoção da Igualdade Racial de Mato Grosso do Sul (Cppir/MS), Raimunda Luzia de Brito. Segundo ela, a tendência é transformar as coordenadorias do Estado em secretarias de Promoção da Igualdade Racial. Depois que terminar (processo eleitoral) a gente vai poder ver com os prefeitos (eleitos) a criação das secretarias, afirmou Brito. 

Projeto da Cppir/MS 

A coordenadora da Cppir/MS também informou que vai fazer o projeto de promoção da igualdade racial para Mato Grosso do Sul. "A meta é envolver os municípios que já têm coordenadorias de Promoção da Igualdade Racial. Porque, os que ainda não possuem coordenadorias vão ter que aguardar", disse Raimunda de Brito ao informar que também já deve começar a desenvolver o projeto para a III Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial (Conapir), que se realizará no próximo ano, em Brasília (DF). A gente tem que começar a pensar em desenvolver o projeto e as reuniões [para realizações das conferências municipais], se vamos fazer em cada município ou regionais, agregando vários municípios do Estado, explicou Raimunda. 

Outras informações sobre o assunto no site www.igualdaderacial.ms.gov.br 

Nenhum comentário: