segunda-feira, 13 de maio de 2013

Violência no género contribui na instabilidade das famílias

Luanda do Norte 

Lucapa - A violência no género é um flagelo social que contribui para a instabilidade das famílias, afirmou no fim-de-semana, no Lucapa, Lunda Norte, a chefe do Departamento da Promoção da Mulher da Direcção Provincial da Família, Tina Cassemuca.
A responsável, que dissertava o tema “A Cultura de Paz e a Tolerância Começa na Família”, reconheceu que a violência pode ameaçar a coexistência salutar das comunidades.
Caracterizou igualmente os aspectos relacionados com a violência sexual, psicológica, física, verbal, patrimonial, a questão de abandono de lar e fuga a paternidade.
Defendeu que esses assuntos devem merecer atenção de toda a sociedade, uma vez estar ligados as relações biológicas, naturais, económicos e culturais que têm a ver com o processo afectivo e sentimento de cada um dos seus membros. 
Tina Cassemuca apelou os presentes no sentido de contribuir para a educação salutar das famílias, pautando por um espírito de amor ao próximo, ao trabalho, respeito pelos valores culturais e fidelidade à Pátria.
A palestra foi promovida pela Direcção Provincial da Família e Promoção da Mulher no âmbito da jornada da família.

Fonte: ANGOP

Nenhum comentário: