sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

A paridade política na América Latina e Caribe: percepções e opiniões dos líderes da região

Publicação da Divisão de Assuntos de Gênero da CEPAL traça panorama da participação política das mulheres na região entre 2008 e 2011.

A paridade política na América Latina e Caribe: percepções e opiniões dos líderes da regiãoNeste trabalho são analisados e comparados, a partir de uma perspectiva sociopolítica, os resultados de três rodas de consultas de opinião sobre a participação política das mulheres e a paridade, realizadas com a presença de líderes da América Latina pela Divisão de Assuntos de Gênero da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) entre 2008 e 2011, no marco dos trabalhos do Observatório de Igualdade de Gênero da América Latina e do Caribe.
Essas consultas estão orientadas a explorar as atitudes e opiniões das personalidades entrevistadas acerca das desigualdades existentes entre homens e mulheres no âmbito político nos países da região, bem como suas avaliações sobre as condições para que a paridade política de gênero avance e sobre quais são as possíveis barreiras para este processo. Buscou-se delinear algumas conclusões sobre as atitudes predominantes entre as elites dos países da região com relação à sua avaliação sobre a paridade política de gênero.
O informe está dividido em duas partes: na primeira, analisa-se a aplicação das leis de quotas e os avanços rumo à paridade na América Latina e no Caribe; e na segunda parte é apresentada a análise da base de dados empíricos coletados através das três rodadas de consultas, a partir de uma perspectiva comparativa. Por fim, incluiu-se um anexo metodológico que incorpora os questionários empregados.

A íntegra do documento, disponível apenas em espanhol, está em formato .pdf e pode ser descarregada clicando aqui




Fonte:OBIG

Nenhum comentário: