quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Mostra África Hoje acontece a partir do dia 26 em Salvador

benda bilililii 1
De 26 de novembro a 01 de dezembro Salvador recebe, na Caixa Cultural, a 2ª edição da mostra de documentários "África Hoje". Com idealização de Marco Abujamra, realização e coordenação de Mariana Marinho e curadoria de Luciana Hees, o evento oferece um vasto panorama da produção africana contemporânea de documentários, realizados por cineastas de diversas nacionalidades como Senegal, Tunisia, Moçambique, Portugal, Egito, Inglaterra, EUA entre outros.
A mostra "África Hoje" exibirá 18 filmes - entre longas e médias metragens – a maioria inédito no circuito comercial. Os documentários abordam temas múltiplos do universo dos países africanos, alguns muito próximos da realidade brasileira, despertando uma reflexão sobre as diversas maneiras de lidar com questões complexas.
Entre eles, está o filme de abertura "Rouge Parole" (Tunísia/ 2011), um dos principais relatos sobre a Revolução da Tunísia, eleito um dos 12 melhores documentários de 2012 pelo MOMA (Museu de Arte Moderna de NY).
Outro destaque da mostra é o filme "Onde a Água Encontra o Céu" (Reino Unido/2008). Narrado pelo vencedor do Oscar, Morgan Freeman, e escrito por Jordan Roberts (Marcha dos Pinguins), o longa conta a inspiradora história de um grupo de mulheres em uma região remota do norte da Zâmbia que alcançam o inimaginável: aprender a fazer um filme como uma forma de falar sobre suas vidas, levantando uma questão que ninguém vai discutir - a situação das mulheres jovens órfãs devido à AIDS.
A Copa do Mundo também é um dos temas no "África Hoje" com o documentário "Fahrenheit 2010" (África do Sul – 2009). O filme mostra uma investigação do que realmente significou para os sul-africanos os jogos mundiais no país. Quem realmente se beneficiou dos milhões de dólares investidos? E o que aconteceu com a África do Sul depois de ficar com o troféu; os aplausos morreram?
Uma África Rica através do seu povo e de sua cultura pode ser vista em documentários como "A Espera dos Homens" (Senegal, 2007), enquanto pintam suas casas um grupo de mulheres fala das suas relações com os homens de uma forma muito aberta. Já em "Benda Bilili" (República Democrática do Congo/ 2010) um grupo de músicos portadores de deficiência física resultante de poliomielite que conquistou o mundo, é retratado.
A programação oferece uma ampla amostragem do que de melhor foi produzido nos últimos anos, com uma inteligente e sensível escolha de filmes que abordam temas e situações emblemáticas de diversos países.

Sobre a curadora

Luciana Hees envolveu-se com o cinema documentário em 2005, quando foi convidada a desenvolver a imagem para a primeira edição do Dockanema. Em 2010, realizou o seu primeiro curta "O Salão Azul", selecionado para o International Film Festival of Rotterdam - IFFR e para o Images Festival of Toronto. No Brasil criou e ilustrou inúmeras capas de livros e ficou classificada na VI Bienal Brasileira de Design (2002), em São Paulo. Em 2010, fez sua primeira exposição individual no Centro Cultural Franco-Moçambicano.
Luciana viveu 10 anos em Moambique e hoje vive na cidade do Porto, em Portugal.
Sobre a Coordenadora e realizadora
fahreint 2010
Mariana Marinho: Coordenadora Geral e Produtora Executiva da exposição "Eu Lago Sou", em homenagem a vida e obra de Mário Lago, realizada em 2012 no Arquivo Nacional – RJ. Coordenadora Geral e produtora executiva da exposição "Cuide de Você", da artista plástica francesa Sophie Calle, uma das mais conceituadas artistas da atualidade, realizada no MAM/RJ, eleita a melhor exposição de 2009 pelo Jornal O Globo. Coordenadora Geral da exposição "Imagens Humanas", exposição de fotografias de João Roberto Ripper, realizada no Rio de Janeiro, em São Paulo e Brasília e Curitiba. Organizadora e Coordenadora da Mostra "África Hoje", 1ª mostra de documentários Africanos realizada no Brasil, na Caixa Cultural Rio e São Paulo e em Porto Alegre.



Serviço
2° edição da Mostra ÁFRICA HOJE em Salvador
Quando: 26/11 a 01/12 em Salvador
Onde: CAIXA CULTURAL SALVADOR (Rua Carlos Gomes, 57, Centro - Salão Nobre (71) 3421-4200)
Entrada Gratuita


Fonte: Vermelho  / Geledes

Nenhum comentário: