segunda-feira, 22 de julho de 2013

SEMINÁRIO ESTADUAL DE MULHER NEGRAS ELEGE COORDENAÇÃO E APROVA CADERNO DE SUBSIDIO

O Seminário  Estadual Mulheres Negras de Minas Gerais   rumo a  IIIª  Conferência Estadual de Promoção da Igualdade Racial" e  dia 25 de julho " Dia Internacional de luta da Mulher Negra Latina Americana e Caribenha" aconteceu neste final .
O Seminário Estadual aconteceu nos dias 20 e 21 de julho, em Cataguases,  participaram 68 mulheres de todo Estado militantes e dirigentes em entidades:  sindical, federações,  confederações, centrais e   Matrizes Africana. 
Com uma vasta programação o seminário iniciou dia 20,  contando na abertura com a presença da SEPPIR  Dalila Fernandes,  que esteve também presente na mesa temática falando sobre Mulher Negra - “Desenvolvimento, avanços e desafios”e contou com a presença do Prefeito José Cesar (Cesinha) e Secretário Municipal de Assistência  Social Social Wanderley Teixeira  . 
Na mesa temática com a representante da SEPPIR Dalila,  estiveram também Monica Aguiar Coordenadora Geral do Centro de Referência de Cultura da Mulher Negra de Minas Gerais e Coordenação Estadual da IIIª Conferência  de Promoção da Igualdade Racial/ MG, que refletiu sobre a "Invisibilidade da Mulher Negra: Subjetividade que não permite avançar",  Dicota Djanganga da CEN ( Coordenação de Entidades Negras) falou sobre "Mulher e Religiosidade". Esta mesa foi  coordenada por Zélia dirigente  nacional e estadual da UNEGRO .
Rita   Suely, anfitriã do seminário, do movimento Negro de Ganga Zumba , FOMENE Minas Gerias e Fórum Estadual de Mulheres Negras, afirma o proposito do Seminário que é proporcionar o debate das desigualdades que as mulheres negras sofrem, considerando a agenda colocada da  IIIª Conferência de Promoção da Igualdade Racial . “Esta tarefa nós cumprimos, a chamada central em torno da democracia,   possibilita fazer um balanço  dos avanços mas também dos desafios que as mulheres negras ainda enfrentam " Diz Rita .
O Seminário Estadual também propiciou mostra de produtos étnicos produzidos por empreendedoras  de Belo Horizonte e Juiz de Fora .
Na noite do dia 20, ocorreu sarau em comemoração aos 25 de julho Dia internacional de Luta da Mulher Negra Latina Americana e Caribenha.
No dia 21, foi aprovada o caderno de diretrizes contendo propostas e textos que irão subsidiar a IIIª Conferencia Estadual de Promoção da Igualdade Racial .











COORDENAÇÃO DO FÓRUM ESTADUAL DE MULHERES NEGRAS
DE MINAS GERAIS
Monica Aguiar: Centro de Referência de Cultura da Mulher Negra de Minas Gerais (BH)
Rita Suely: FOMENE MG ( Cataguases)
Zélia: UNEGRO MG ( Juiz de Fora)
Dicota Djanganga : CEN- Coordenação Estadual de Entidades Negras  (BH)
Ana Amélia : Recreio
Marilsa Carlos: Associação  dos Capoeiristas Leão  ( Sabará)
Marcineia Ganga Zumba ( Cataguases )
Tânia Costa : Centro de Referência de Cultura da Mulher Negra de Minas Gerais (BH)
Raisa ( Juventude Negra ) Cataguases
Libene Fernandes : Centro de Referencia de Cultura da Mulher Negra de Minas Gerais  ( Ouro Preto )
Enoia : Religiosa Matriz Africana ( Juiz de Fora)
Vera Flauzino : SINDSEP/MG  ( Juiz de Fora)
Marizette Amaral : Movimento  Popular Minas Gerais (BH)


























Nenhum comentário: