terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Nepal lança ônibus só para mulheres para conter abuso sexual.

Menina vai para casa de ônibus, após aula, em Katmandu, no Nepal (Foto: Reuters/Navesh Chitrakar)Iniciativa terá quatro veículos de 16 lugares circulando de manhã e a tarde.
Operadoras pretendem empregar motoristas e cobradoras mulheres.

Katmandu, capital do Nepal, vai começar a operar ônibus só para mulheres numa tentativa de reduzir o assédio sexual no transporte público, disse uma autoridade do governo nesta segunda-feira (5).
A iniciativa começará com quatro veículos de 16 lugares, que vão percorrer uma popular rota cruzando a cidade no início da manhã e no fim da tarde, horários de grande movimento.
"Há reclamações de que as mulheres estão enfrentando assédio sexual e sendo apalpadas quando viajam em ônibus lotados”, disse Tulsi Prasad Sitala, do Minitério dos Transportes, à Thomson Reuters Foundation.
Não há dados oficiais sobre o número de ataques sexuais no Nepal, mas a polícia disse que relatos de violência contra a mulher, incluindo estupros, violência doméstica e abusos, aumentaram para 6.800 no período de um ano até julho de 2014, comparados aos 1.800 anteriores. O aumento dos relatos é atribuído a uma maior consciência sobre crimes de gênero.
As operadoras dizem que os ônibus terão inicialmente motoristas homens e que há somente uma cobradora entre eles, mas que pretendem recrutar mais mulheres.
"Queremos gradualmente empregar motoristas e cobradoras mulheres nesses veículos. Mas é difícil encontrar”, disse Dharma Raj Rimal, da Federação Nacional dos Empreendedores de Transporte, grupo que promove a iniciativa.
"Se houver demanda e o serviço se tornar popular, pretendemos expandir para outras rotas na cidade e estender seu tempo", acrescentou.
Usuária do transporte público em Katmandu, a estudante Parbati Gurung, de 17 anos, elogiou a iniciativa. "É mais seguro, mais confortável, porém os ônibus também precisam funcionar quando estiver escuro, quando for difícil para as mulheres andarem de ônibus."

Fonte e foto : G1

 

Nenhum comentário: