sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

UMA MULHER ULTRAPASSA A MARCA DOS REIS - MARTA

MARTA
Marta voltou a brilhar com a camisa da seleção brasileira na noite desta quarta-feira (9). A atacante marcou nada menos que cinco dos 11 gols da equipe no massacre sobre Trinidad e Tobago, na Arena das Dunas, em Natal, no amistoso Torneio Internacional de Futebol Feminino. Com a grande performance, ela superou ninguém menos que Pelé. Marta alcançou os 98 gols com a camisa da seleção, contra 95 do Rei do Futebol.
"Estou feliz pelos gols, pelo recorde", disse a atacante, em entrevista à TV Bandeirantes.
"A gente sabe da fragilidade do adversário, mas do jeito que ganhamos, demonstramos o respeito a nossas adversárias e o primeiro jogo é importante, saldo de gols também. Então tentamos fazer o maior numero de gols."
Com o placar contundente de 11 a 0, o Brasil estreou com ampla vantagem no quadrangular amistoso. O saldo de gols pode ser decisivo para definir o campeão do torneio, que tem ainda o México e o Canadá. Nesta mesma quarta, as mexicanas bateram as canadenses por 3 a 0. As vencedoras vão enfrentar as brasileiras neste domingo, às 17 horas, novamente na Arena das Dunas.
Nesta quarta, a seleção brasileira entrou em campo com Bárbara; Poliana, Mônica, Rafaelle e Tamires; Thaisa, Andressinha e Marta; Beatriz Zaneratto, Gabi Zanotti e Debinha.
O técnico Vadão aproveitou a partida para fazer novos testes na equipe e, ao longo do amistoso, deu chances a Letícia Izidoro, Rilany, Juliete, Maurine, Raquel e Thais. Para este torneio, o treinador não pode contar com Érika e Cristiane, que não foram liberadas pelo Paris Saint-Germain. Mesmo sem a dupla, a seleção não teve qualquer dificuldade para superar a frágil equipe de Trinidad e Tobago. Além de Marta, brilhou Beatriz Zaneratto, responsável por três gols. Também balançaram as redes Debinha, Raquel e Rilany.
"Jogamos buscando o gol sempre, porque esse é o nosso estilo dentro de campo. Mas também sabemos que fazer saldo de gol é muito importante e pode decidir o primeiro lugar do quadrangular e a vantagem na final", disse Beatriz.
Fonte texto O Globo 

Nenhum comentário: