terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Ano Novo Vida Nova : " Olhai os Lírios dos Campos"

Por Mônica Aguiar 

Gostaria de parabenizar todas as mulheres que ainda conseguem assegurar o direito de escrever, publicar e divulgar belos textos sobre os problemas que ainda abatem nós  mulheres no mundo e no Brasil .

Contos, artigos/colunas e matérias historiadas por mãos de mulheres,  têm ganhado dimensões extraordinárias que ate ontem era um papel estabelecido principalmente para os homens,  que nem sempre obtiveram formação acadêmica superior,   escritores, jornalistas e tantos outras denominações. Pois é fato aculturado que a voz do homem é a voz de Deus. A voz do homem passa ser a verdade, o que sabe distinguir o certo e errado.

Neste sentido dos fatos não abordados, sugiro que olhem os lírios dos campos para além dos jovens lírios, estrategicamente produzidos por homens, para realizar belos discursos em locais propícios aos homens ou pré-determinados.  
Olhai os lírios que não tiveram oportunidade de ter formação acadêmica,  que não são classificadas como intelectuais e que fazem parte de um vasto conjunto de ações  invisibilizadas ,  que produzem reflexão e mudanças significativas no cotidiano  da vida das mulheres, que criam e disseminam citações formadoras,  tão significativas e verdadeiras quanto.

Lírios invisíveis ao poder estabelecido e aos olhos de poucos que ainda determinam  quem são as flores fundamentais para estar ou não em um jardim.  

Conviver na prática com tantas diversidades para poucos é distinguir quem deve ou não produzir linguagem, mesmo tendo bebido água pura no pé da fonte de quem mantém através da  oralidade a ancestralidade.  E em meio deste grande, belo e vasto mosaico existente, enfraquecem o foco do olhar para os lírios dos campos que ultrapassam as fronteiras umbilicais.

Hoje com meus 50 anos de vida, sustento  o peso e as implicações acometidos deste sistema patriarcal e racista que estou imposta. Que condiciona aparências, cor  e juventude como fatores determinantes para  realização pessoal. Estou  blogueira por opção, não pela minha formação politica. E tudo que tenho adquirido de conhecimento sobre esta peça fundamental da comunicação esta aqui nos mais vastos e longínquos campos.

Eu consigo ao pé das montanhas das Minas Gerais percorrer os mais belos e fortes campos, conhecendo flores lindas e anônimas,  inviabilizadas por este sistema bruto e pelas disputas existente cada dia mais despolitizadas e contra argumentadas em todo território brasileiro  e no mundo.

Olhar os lírios dos campos não é apenas uma questão localizada na passagem bíblica. É modo de vida humano. Solidariedade e respeito. Rompimento com valores e com as características do sistema econômico que oprimem, considerando os limites e os desafios.


# Monica Aguiar : Blogueira , colunista , sindicalista, militante feminista negra. Esta Coordenadora do Centro de Referência da Cultura Negra de Venda Nova e  Executiva do Fórum Estadual de Mulheres Negras, Coordenadora Geral do Centro de Referência de Cultura da Mulher Negra de Minas Gerais .Iniciou sua militância aos 15 anos , tendo desenvolvido diversas atividades no pais em prol a luta das mulheres negras, em Minas foi da executiva de vários conselhos estatuais e coordenou a Marcha Zumbi + 10, Coordenou as três Conferências Estaduais de Promoção da Igualdade Racial ocorridas. Na vida política e partidária é filiada do Partido dos Trabalhadores, foi a primeira Secretária Estadual de Combate ao Racismo em Minas a ter acento na Executiva Estadual, e foi a primeira mulher negra executiva Secretária Nacional de Assuntos Institucionais do PT . 



Nenhum comentário: