segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Negra Li conta que abandonou sonho de ser modelo para cantar

Negra Li usa produtos estrangeiros para dar caimento aos fios de cabeloCom 18 anos de carreira, quase que a trajetória de Negra Li toma um rumo diferente dos palcos. A cantora, que também aproveita o talento para as artes em atuações no teatro, sempre sonhou em ser artista, mas quase começou pelas passarelas.
- Seguir carreira de modelo foi um sonho de criança. Quando eu era novinha, aos 12 anos, minha mãe me levava a alguns testes para fazer book, mas era muito difícil e vi muito preconceito. Até hoje, em 2014, são pouquíssimas negras no ramo que são conhecidas, imagina 15 ou 20 anos atrás! Isso me desanimou muito.
Com referências distintas na TV, Negra, hoje com 35 anos, conta que demorou reconhecer negros na TV:
- Quando eu comecei na carreira, não tinha muito quem me inspirasse no Brasil. Queria ser paquita, mas paquita tinha que ser igual a Xuxa. Ela era loura e branca. Quando a Adriana Bombom entrou no programa foi a... a maior alegria, porque ela não era paquita, mas ela estava lá no programa todos os dias. Aí sim, eu comecei a me ver ali.
A cantora paulista conta ainda que tinha receio de sofrer golpes com falsas promessas de agências.
- Havia muita mentira, muita alienação. Eles diziam: “Vem fazer o book, aqui você paga não sei quanto”, uma forma de tirar dinheiro de famílias que já não têm.
Negra Li usa produtos estrangeiros para dar caimento aos fios de cabelo Foto: Reprodução/Instagram
A salvação do sonho de seguir no ramo artístico veio quando ela foi convidada para compor o grupo de rap de São Paulo RZO, aos 16 anos.
- Graças a Deus a música veio - conta ela, que fez participação em eventos específicos com foco em beleza, no final da adolescência: - Cheguei a fazer feiras de cabelo com 18 anos, mas logo depois parei.
Hoje, para manter os cachinhos naturais, Negra Li é adepta de cuidados especiais e recorre a cosméticos estrangeiros.
- O tempo que leva para deixá-lo solto, bonito e com caimento é grande. Mas procuro comprar produtos específicos para o meu tipo de cabelo. Como agora eu tenho condições, às vezes procuro importados.

Fonte e foto :Extra Globo



Nenhum comentário: