quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Entre as 500 Maiores Empresas do Mundo Apenas 24 são Presididas por Mulheres

Entre as 500 maiores empresas do mundo, listadas pela Fortune este ano, 24 são presididas por mulheres. Esse é o maior índice da história. Há 16 anos, segundo dados da revista, apenas uma delas não era comandada por homens.  Se o recorte for ampliado para as mil maiores companhias, o índice de mulheres no cargo máximo mais do que dobra: são 51. Apesar de representar apenas 5% do total, as empresas dirigidas por elas geram 7% da receita total das organizações, somadas. 
Com uma receita de 155 bilhões de dólares no ano passado, a Ford, liderada por Mary Barra, ocupa sozinha a 7ª posição entre as gigantes. Os setores que mais têm profissionais do sexo feminino no topo da hierarquia são varejo (9 empresas), alimentos (7) e gás e eletricidade (5).
Resultados
De acordo com dados da Fortune, as companhias dirigidas por mulheres apresentam, inclusive, performance muito superior às que compõem o índice S&P 500, um dos mais importantes das bolsas norte-americanas.  A média de retorno gerado por essas empresas foi de 103,4 % durante o tempo em que as mulheres estiveram no comando. O S&P 500 apresentou uma taxa de retorno média de 69,5% para o mesmo período.  Apesar dos bons resultados, ainda é pequena a porcentagens de mulheres que são presidentes e, ao mesmo tempo, presidentes do conselho de administração das organizações. A fatia é de 31%.
Como elas chegaram lá 
A maioria (82%) das presidentes chegaram ao posto por meio de recrutamento interno e apenas 39% possuem MBA. Grande parte delas (9) são graduadas em engenharia, 7 são economistas, 5 são contadoras, 5 administradoras e 4 psicológas. 
Perfil 
O levantamento mostrou também que, além das responsabilidades e dos estudos, as presidentes das maiores empresas têm aspectos pessoais em comum. Quase todas elas (93%) são casadas e 84% são mães.

Nenhum comentário: