segunda-feira, 10 de novembro de 2014

CENTRO DE REFERENCIA EM MINAS GERAIS FAZ 13 ANOS.


O Centro de Referencia da Cultura Negra de Venda Nova, é uma entidade estadual, com 13 anos de existência, sua fundação com registro formal se deu em 2001, tem Sede Administrativa em Venda Nova e sua Direção é composta com 100% de Mulheres Negras.
O nome dado ao Centro de Referencia da Cultura Negra de Venda Nova, é uma homenagem feita à Venda Nova, que já foi Distrito de Belo Horizonte, tem 300 anos de idade e foi contemporâneo do distrito Curral Del Rey, que juntamente com Ribeirão das Neves, Contagem, Vespasiano, Santa Luzia, Lagoa Santa, Betim, Esmeraldas e Nova Lima pertenciam à Vila de Sabará, importante cidade do Ciclo do Ouro.
Venda Nova deu inicio ao seu povoamento em 1711 . O mais antigo documento conhecido sobre Venda Nova é a solicitação de uma licença para funcionamento de uma venda em 1781, no início do povoamento, tinha o comércio, a agricultura e a pecuária como suas principais atividades. 
Uma das atividades marcantes na história de Venda Nova, mantida viva atrvés da oralidade, foi o pouso realizado por tropeiros que passavam com gado e mercadorias vindos da Bahia, seguindo o Rio São Francisco e depois o Rio das Velhas para abastecerem de mantimentos a região das minas de ouro através da atual rua Padre Pedro Pinto.
Até a década de 40 do século XX, raras eram as pessoas que se mudavam para a região. Eram, quase sempre, as mesmas famílias; todos se conheciam ou eram aparentados, características preservadas na região central de Venda Nova.
Sua história é marcada também pela resistência das Mulheres Negras em liderar manter manifestações culturais, religiosas e saberes ancestrais de origem africana. Estas tradições são mantidos até hoje, por descendentes diretos das primeiras famílias moradoras na Região, através dos congados, moçambiques, parteiras, curandeiras e benzedeiras .
Venda Nova ocupa um área de 86 km, que representa 25,6% do município de Belo Horizonte. Muitos já lutaram para que Venda Nova fosse emancipada.
A Regional Venda Nova, em Belo Horizonte, apresenta um total de 241.699 habitantes, sendo 52,04% desta constituída por mulheres .Sua população sempre foi composta por maioria de famílias negras.
A Coordenadora Geral do Centro de Referencia da Cultura Negra de Venda Nova, Mônica Aguiar é parte da história de Venda Nova, de família tradicional, nascida em Venda Nova, pelas mãos da parteira Dona Francisca, ambas são moradoras na antiga Estrada Olhos D'agua. Dona Francisca ainda é referencia para futuras mães e pessoas das famílias tradicionais que a procura para benzer e acompanhar o nascimento de seus filhos, netos e bisnetos.

Neste sentido, o Centro de Referencia da Cultura Negra de Venda Nova nos seus 13 anos, faz homenagem á Venda Nova apresentando uma agenda especial para no mês da Consciência Negra, com o objetivo de buscar a igualdade racial promover a cultura negra, serão realizadas atividades aos sábados , entre 10 da manha e 20 horas .
Neste período, todos e todas poderão visitar a Sede, que contará com exposição permanente denominada "Memorias Negras . Negras Memórias".
Esta exposição contará com fotos, utensílios domésticos e de trabalho, que passaram de geração a geração a mais de 150 anos, artesanatos de diversas regiões ( cidades históricas) de Minas Gerais que traduz as práticas milenar do saber .
Esta agenda é um convite a todas e todos, à reflexão sobre a trajetória de luta e resistência da comunidade negra de Venda Nova.
E dessa maneira, é uma forma de contribuir com o combate ao racismo, assim como resgatar a identidade racial, a auto estima e a cidadania do povo negro.


PROGRAMAÇÃO

08 de Novembro: Abertura Exposição, com músicas , sarau de poesias e chás
 
15 de Novembro
: Exposição com músicas 
                             Bate Papo " Cidadania, Construção Permanente".
22 de Novembro : Exposição, Sarau e Filmes 

29 de Novembro :Exposição
                                Sarau
                                Bate Papo com Mulheres Negras Lideranças de Minas Gerais .

06 de Dezembro:Exposição e Mostra do 10 de Dezembro dia Internacional dos Direitos Humanos


Exposição Memorias Negras. Negras Memorias
 Data: De 08 a 06 de dezembro
 Onde? Rua Monsenhor José Coelho 143, São joão Batista / Venda Nova – MG
 Horário: De 10 às 20 horas 

Nenhum comentário: