quarta-feira, 8 de março de 2017

POEMA REIVINDICAÇÃO

Por Terlúcia Silva

No dia 08 de Março NÃO quero flores, presentes ou homenagens...


Quero políticas que alterem positivamente a vida das mulheres… 

Quero ter garantido o meu direito de andar sozinha à noite sem correr o risco de ser violentada… 
Quero ter garantido o meu direito de usar minissaia, short, calça ou qualquer outra roupa sem ser julgada… 
Quero ter direito de me relacionar afetiva e sexualmente com quem eu escolher… 
Quero ter garantido o meu direito de decidir sobre o meu corpo, sobre a minha vida…
NÃO. 

Eu NÃO quero flores, presentes ou homenagens no dia 08 de março.


Quero ter garantido o meu direito de usar o cabelo crespo, cacheado, black, trançado, assanhando, coloridos sem ser ridicularizada…
Poder usar meu turbante e minhas contas reverenciando meus orixás ou qualquer outra simbologia religiosa sem sofrer intolerância.
Quero ter direito a ocupar uma vaga no mercado de trabalho sem passar pelo crivo da “boa aparência”. 
Eu quero a superação dos preconceitos, opressões e estereótipos contra nós, mulheres negras…

NÃO quero flores, presentes ou homenagens no dia 08 de março.
Quero Delegacias Especializadas funcionando 24hs e atendimento digno às mulheres em situação de violência… 
Quero serviços públicos de saúde, educação, assistência social, segurança… que prestem atendimento adequado às mulheres… 
Quero que os agressores de mulheres sejam punidos pelos crimes cometidos.

NÃO. Eu não quero flores, presentes ou homenagens no dia 08 de março.
Quero a diminuição das desigualdades raciais, sociais, sexuais e de gênero… 
Salários iguais para mulheres e homens que ocupam o mesmo cargo e função… 
Quero me ver representada em todos os campos da sociedade, e a ocupação, de forma paritária, dos espaços de poder e decisão.

NÃO. Definitivamente NÃO QUERO flores, presentes ou homenagens no dia 08 de março.
Quero ter garantido o meu direito de SER quem EU QUISER todos os dias.
 Quero ter a garantia de uma vida digna para todas nós mulheres, 
sem machismo, 
sem racismo, 
sem lesbo/bi/transfobia ou qualquer outro tipo de violência.



Bamidelê - Organização de Mulheres Negras na Paraíba é uma organização não governamental composta por feministas negras que, fundada em 2001, tem como missão e projeto político contribuir para a eliminação do racismo e do sexismo, buscando a equidade de gênero numa perspectiva étnicorracial. A palavra Bamidelê é de ancestralidade africana (Iorubá), e um dos seus significados é Esperança, aproximando-se do significado de Esperançar, ou seja, uma esperança ativa que busca a realização.

Nenhum comentário: