segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Mulher Feminista Eleita Vereadora Desbanca Políticos Tradicionais, Batendo Recorde de Votação em BH

Três mulheres eleitas,  duas são do mesmo partido PSOL 

Pela primeira vez na história de Belo Horizonte, uma mulher alcançou o topo da lista dos mais votados na disputa por uma cadeira na Câmara Municipal. A cientista política Áurea Carolina, de 32 anos, chega à casa legislativa também acumulando outro marco importante em seu currículo: é uma das duas candidatas do PSOL eleitas de forma inédita na cidade. Militante, ativista feminista, do movimento de mulheres negras ( Coletivo Pretas em Movimento),  conquistou 17.420 votos nas urnas.
O resultado alcançado em Belo Horizonte pelas mulheres  foi surpreendente devido à defasagem histórica na representatividade feminina na Câmara Municipal de Belo Horizonte, pesar de numericamente baixo.  A partir do ano que vem, Áurea estará acompanhada de outras três mulheres na casa legislativa: Cida Falabella, também do PSOL, Nely do Valdivino (PMN) e Marilda Portela (PRB). Atualmente, a cidade possui apenas uma vereadora: Elaine Matozinhos (PTB), que não conseguiu se reeleger.
Na noite deste domingo (2), apoiadores de Áurea se concentraram na sede do PSOL, localizada nas proximidades da Praça da Estação, para comemorar a vitória. Essa foi a primeira vez que ela concorreu a um cargo eletivo em BH. Graduada em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e especialista em gênero e igualdade pela Universidade Autônoma de Barcelona, a candidata eleita  foi subsecretária de Políticas para as Mulheres de Minas Gerais no atual governo Pimentel.

Fonte:BHAZ/UOL/Site Áurea

Nenhum comentário: