quinta-feira, 22 de outubro de 2015

ESCRITORA E ATRIZ ELISA LUCINDA É DESTAQUE NA ABERTURA DA FELITA 2015

Poetisa e atriz Elisa Lucinda fará a palestra sobre o tema que norteia a segunda edição da FELITA Foto Divulgação
Poetisa e atriz Elisa Lucinda 
Com o tema “A Literatura Nossa de Cada Dia”, a poetisa, jornalista, cantora e atriz Elisa Lucinda participou da palestra de abertura da segunda edição da Feira Literária de Itabuna (FELITA). O evento é uma realização da Prefeitura de Itabuna, por meio da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC),  aberta  oficialmente nesta quarta-feira, 21, no Centro de Cultura Adonias Filho, onde prossegue até domingo, com acesso gratuito. Além de ser artista reconhecido nacionalmente pelos seus inúmeros espetáculos e recitais em empresas, teatros e escolas, Elisa Lucinda é admirada pela marca inconfundível de seu trabalho como atriz de telenovelas de grande sucesso .
Incluída no calendário cultural da cidade, a FELITA 2015 tem como propósito provocar o intercâmbio literário entre escritores regionais com os grandes ícones da literatura no Brasil e do mundo. Também assume a missão de incentivar a prática da leitura entre pessoas de todas as idades, colocando o público leitor em contato direto com os escritores.
Os organizadores propõem um olhar diferenciado sobre a literatura em suas formas mais diversificadas, numa convergência da mesma para as demais linguagens artísticas, tais como a música e o teatro. É grande a expectativa do presidente da FICC, Roberto José da Silva, quanto à palestra de abertura e a participação das pessoas na primeira noite da FELITA.
“Tivemos todo um cuidado em preparar uma FELITA bem mais bonita e bem mais articulada do que a do ano passado. Dessa vez pautando as atrações, convidados e escritores naquilo que foi sugerido por frequentadores da feira em 2014”, afirma Roberto José. O presidente da FICC renovou o convite às pessoas, incluindo estudantes e o público em geral, para que prestigiem o evento cultural que oferece oportunidade de lazer e enriquecimento cultural.

Além de palestras, mesas-redondas, conversas com escritores e debates, o público também poderá adquirir livros de prosa e poesia nos estantes montados no Centro Cultural Adonias Filho. Na quinta-feira, a literatura negra no Brasil será destaque com uma palestra sobre a influência da religiosidade de matriz africana na literatura brasileira, seguido de um debate sobre memória e identidade, com Ana Gonçalves e Nelson Maca.
Na sexta-feira, o dia será dedicado à literatura de cordel com uma palestra do estudioso Bráulio Tavares, seguido de um debate com a coordenadora do Proler, professora Glória de Fátima Lima dos Santos, e do escritor e cordelista Jotacê Freitas, que pela manhã vai ministrar uma oficina de escrita criativa na área de literatura de cordel.
A literatura de ficção, em especial do escritor grapiúna Adonias Filho será destaque no quarto dia. O professor Lourival Piligra fará uma palestra cujo tema é: “Escritor criador de mitos”, seguido de um debate sobre o trágico na obra de Adonias Filho, cujos convidados são os escritores Jorge de Souza Araújo, Aleilton Fonseca e o filósofo Sávio Rosa. Em todos os dias haverá programação infantil, a partir das 9 horas, com oficinas de conto, literatura de cordel, poesia e oralidade e xilogravura.
Fonte: FICC

Nenhum comentário: