segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Oficina de fotografia valoriza cultura negra, em Pimenteiras do Oeste, RO

Oficina de fotografia valoriza cultura negra em Pimenteiras do Oeste (Foto: Washington Kuipers/Divulgação)Até o próximo dia 30 de setembro, cerca de 180 alunos de Pimenteiras do Oeste (RO), distante 900 quilômetros de Porto Velho, participam da primeira oficina de fotografia ‘Faces do Quilombo’. O projeto tem por objetivo valorizar a cultura negra do município, observando e registrando, por meio de fotos, as riquezas culturais e locais, a partir da perspectiva dos moradores da comunidade. As oficinas são voltadas para os estudantes das escolas Inácio de Castro e Paulo Freire. Segundo a organizadora da iniciativa, a jornalista Andreia Machado, que é de Vilhena(RO), as duas instituições de ensino foram selecionadas porque são frequentadas, principalmente, por filhos de famílias quilombolas. Ela explica que a escolha da cidade para a realização da oficina também se deu pelo fato de Pimenteiras ter sido fundada por remanescentes do quilombo Quariterê. Além da oficina, será realizada uma exposição fotográfica com os trabalhos dos alunos. “Estaremos mostrando o resultado do trabalho dos alunos nos dias 6 e 7 de setembro, durante o festival de praia no Rio Guaporé. Serão fotos grandes, retratando a realidade da comunidade quilombola”, informa a jornalista. O projeto de fotografia é promovido com apoio da Fundação Palmares e Ministério da Cultura.

Nenhum comentário: