quarta-feira, 30 de julho de 2014

Cresce a participação de mulheres e idosos no eleitorado do país

Os 142,8 milhões de eleitores que irão votar em outubro estão mais velhos, e a participação das mulheres cresceu.
Os dados divulgados nesta terça-feira (29) pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) mostram um crescimento de 5% no número de eleitores desde as eleições de 2010.
As mulheres, que já eram maioria, agora representam 52% (74,5 milhões) do eleitorado; em 2010 eram 51,82%.
O número de eleitores idosos (com mais de 60 anos) cresceu 17% nos últimos quatro anos, chegando a 24,3 milhões. Houve queda de 31% no número de jovens com voto facultativo, ou seja, aqueles que têm 16 e 17 anos. Em 2010, eles eram 2,4 milhões e, em 2014, são 1,6 milhão.
Segundo o presidente do TSE, ministro Dias Toffoli, essa alteração se deve ao fato de o fechamento total do cadastro deste ano considerar a data da eleição. Em anos anteriores, o cadastro fechava em 30 de junho e não considerava os eleitores que completariam 18 anos até a eleição.
Neste ano, um novo software permitiu a contagem incluindo o dia da eleição. Portanto, o eleitor que vai completar 18 anos de idade até o dia da eleição já não está contabilizado nesse dado estatístico de 16 e 17 anos.
O ministro Dias Toffoli também destacou que o próprio IBGE analisa essa diminuição no eleitorado jovem com a tendência do envelhecimento da população.
Uma das novidades desta eleição, a biometria será usada por mais de 21 milhões de eleitores (15% do total), que serão identificados pela impressão digital. Usada para combater fraudes, a biometria representará 100% dos eleitores de Distrito Federal, Alagoas, Amapá e Sergipe.

fonte: A Folha SP 

Nenhum comentário: