terça-feira, 20 de maio de 2014

MPF investiga comentários racistas sobre acidente de ônibus no Ceará

Órgão decidiu iniciar apuração sobre condutas de internautas que estariam discriminando nordestinos um dia após o incidente que deixou 18 mortos e 21 feridos
por Mateus Coutinho
O Ministério Público Federal no Ceará (MPF/CE) instaurou, nesta segunda-feira, 19 de maio, procedimento administrativo criminal para investigar a conduta de internautas que teriam feito comentários discriminatórios contra nordestinos em sites de notícias sobre o acidente envolvendo um ônibus de turismo na BR- 020 em Canindé (CE),ocorrido no domingo, 18, e que deixou 18 mortos.
Segundo divulgou o a Procuradoria da República no Ceará, do início de domingo até o fim da tarde desta segunda, o MPF já identificou e coletou dezenas de comentários com insultos a nordestinos nos portais de notícias que veicularam o acidente na BR-020, e ainda deve apurar a conduta de outras dezenas de usuários.
O procurador da República Edmac Lima Trigueiro vai investigar o comportamento dos internautas e, segundo divulgou o órgão, deve pedir a quebra do sigilo telemático dos usuários suspeitos para identificar o IP dos computadores de onde foram publicados os comentários discriminatórios. De acordo com o procurador, o caso poderá ser enquadrado como crime de racismo, que prevê pena de dois a cinco anos de prisão.
A lista dos passageiros que estavam no veículo no momento do acidente foi divulgada nesta segunda-feira, 19, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). O boletim aponta 18 mortos e 21 feridos.
Investigação. Enquanto o Ministério Público Federal apura as condutas de internautas suspeitos de praticarem racismo, o Detran vai avaliar informações do tacógrafo, sistema de GPS, cumprimento das escalas dos motoristas, o Boletim de Acidente de Trânsito da Polícia Rodoviária Federal, bem como o laudo em elaboração pela Perícia Forense do Estado do Ceará para tentar descobrir os motivos do acidente.
De acordo com informações da delegada Giselle Martins, titular da Delegacia Regional de Canindé, o motorista disse, em depoimento neste domingo, que um motoqueiro surgiu de repente na sua frente. Ao tentar desviar da motocicleta, ele freou bruscamente o ônibus, que acabou tombando fora da pista.

Fonte:Etadão

Nenhum comentário: